Avanço da Radiofrequencia

Tempo de leitura: 5 minutos

Radiofrequência pulsada com multiagulhas (RPM)
A utilização de energia fracionada randômica de alta frequência disparada sobre a pele resulta em regeneração dérmica na interface papilar-reticular, por meio da estimulação de fibroblastos com consequente síntese de fibras colágenas e fibras elásticas, bem como regeneração epidérmica gerada pela migração de queratinócitos.
Propõe-se aqui uma abordagem inovadora para o rejuvenescimento cutâneo, com base na energia subablativa, através de eletrodos com várias agulhas, conectados a um aparelho de radioeletrocirurgia.
Essa técnica, realizada de forma precisa e pontuada, não compromete o tecido adjacente aos micropontos vaporizados e provoca significativo impacto tecidual, viabilizando, assim, o estímulo para o novo colágeno.
Os eletrodos que contêm as agulhas são denominados Lima 2, Lima 4 e Lima 8 (Figura 1), com nomenclatura referenciada ao autor. São constituídos respectivamente de duas, quatro ou oito agulhas de tungstênio, com diâmetro de 200 milésimos de milímetro, peso e comprimento idênticos e dispostas paralelamente, com o objetivo de atingir o mesmo plano de profundidade. Com comprimento de 1,5mm, essas agulhas ultrapassam a epiderme e atuam na derme, estimulando contração e renovação do colágeno.
unnamed
Embora alguns pacientes obtenham uma resposta mais rápida. A radiofreqüência é uma opção para tratamento da celulite (um problema que atinge até 98% das mulheres), obtém resultados para o tratamento de flacidez, e contorno corporal, porém, com um número menor de sessões.
O tratamento por radiofreqüência vem sendo considerado um grande avanço, que permite a correção de sinais de envelhecimento, sem deixar as atividades rotineiras e com baixo risco, exigências modernas, onde a racionalização do tempo é imperativa. Ele pode ser utilizado isoladamente ou associadamente para ação em diversas condições inestéticas como: flacidez da pele facial, flacidez da pele do pescoço, flacidez corporal, rugas periórbitas e frontais, elevação das sobrancelhas.
A radiofreqüência gera através do efeito da corrente elétrica alternada de alta freqüência induz calor nos tecidos dérmicos (calor endógeno) com densidades proporcionais ao tipo do aplicador utilizado e proporciona à região aplicada.
Seu objetivo e o tratamento é aumentar a temperatura do tecido no sentido de alcançar uma temperatura local de 40 ºC a 43 ºC, o que desencadeia uma seqüência de reações fisiológicas: aquecimento do tecido induz o aparecimento de vasodilatação local e estímulo à formação de novo colágeno (neocolagênese).
Durante a aplicação, o calor gerado deve ser monitorado de acordo com o relato do paciente e medido através de um termômetro que acompanha o equipamento. Desta forma, a profissional monitora o aumento de temperatura até que a temperatura ideal seja atingida. É usado de cinco a dez minutos de aplicação por região, portanto o tempo total de aplicação é de acordo com a necessidade do paciente.
O tratamento é indolor, não invasivo e não apelativo o que faz com que a rotina diária dos pacientes não seja alterada. É um tratamento possível de ser realizado em qualquer época do ano ou fototipo do paciente. O procedimento é acompanhado por uma sensação de intenso calor e eritema moderado que é mantido por algumas horas.
O aquecimento tecidual endógeno é conseguido através das características construtivas para cada tipo de eletrodo aplicador, onde o fluxo da corrente elétrica de alta freqüência no tecido local provoca a elevação da temperatura por efeito joule (aquecimento seletivo tecidual). Como resultado, as fibras colágenas contraem aumentando a síntese de um novo colágeno (neocolagenese progressiva).
Além disso, há um incremento no aporte sanguíneo e vascularização na área promovendo a descompressão dos tecidos tratados, justificando os efeitos do fluxo da corrente de radiofreqüência na celulite, fibrose, aderências teciduais e flacidez de pele.
Os benefícios da radiofreqüência são resultados imediatos: as fibras de colágeno aquecidas contraem, retraindo a pele, o aquecimento induzido aumenta o metabolismo das células dos fibroblastos e a remodelação do colágeno, o que gera a aparência de uma pele mais firme e retraída em longo prazo, não invasivo, simples, rápido, sem tempo de recuperação após o tratamento, tratamento agradável: sensação de uma massagem quentinha e indolor, efetivo e
seguro para todos os foto tipos de pele, tempo de tratamento e sessão entre 30-50% menor do que as outras tecnologias de radiofreqüência, resultados comprovados imediatos e de longo termo, redução da circunferência e retração da pele em um único tipo de tratamento.
Os resultados aparecem ao termino da sessão, já é possível ver a contração de tecidos, efeito cinderela. Com o passar das sessões ocorre uma melhora duradoura nos resultados. Contra indicações da radiofreqüência são para as gestantes, preenchimentos, toxina, marca passo, câncer ou metástase, artrite, pacientes imunes depressivos, menores de 18 anos, próteses metálicas, procedimentos cirúrgicos sem completa cicatrização, doenças dermatológicas.
O uso da Radiofreqüência para o aumento da tonicidade da pele e para a compactação dos adipócitos, diminuindo medidas, é hoje uma das terapias mais notáveis da estética. Até há pouco tempo atrás, a busca do corpo perfeito era muito limitada a dietas da moda, cremes com promessas duvidosas e aparelhos com eficácia limitada. Tempo e dinheiro eram gastos pelas pessoas e o retorno dos resultados muitas vezes era além do esperado.
Entretanto, a indústria da beleza nunca se deu por vencida. Investe milhões de dólares em tecnologia para proporcionar às pessoas esses resultados tão desejados, que não visam apenas à busca de um corpo bonito ou perfeito, mas também uma melhora da auto-estima e da qualidade de vida.
O tratamento dura em média de 5 a 10 minutos por área depois que se atinge o aquecimento desejado, algo em torno de 40 a 41º.
Intervalos entre as sessões vão de 1 vez por semana a 15 dias, dependendo do caso e o objetivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *